Escolha uma Página

O que é café especial?

O café carrega memórias pela sua relação com a nossa cultura e mesa. Por si só, isso já faria dele especial, mas carregar essa classificação exige mais do que isso.

Tomar uma xícara da bebida pode oferecer uma experiência muito mais refinada. Como um vinho, o café é avaliado pelo corpo, textura do grão, aroma, nível de cafeína e tantas outras características. Ser especial exige alcançar um nível alto de critérios, e queremos falar um pouco mais sobre essa imersão.

O que é um café especial?

Mais do que ter características únicas de grão cuidadosamente selecionado, a combinação com métodos especiais de preparo formam a combinação única e incomparável explosão de sabores, aromas e experiências. Da forma de cultivo ao tipo de terra, torra e região, o conjunto de fatores mais que altera o resultado nesse caso, dando ao café uma identidade única.

Se você já leu avaliações sobre vinho que falavam do toque amadeirado a apimentado, o café também tem um leque de opções de sabores, que vai do herbal ao frutado, por exemplo. Dentro desse contexto, é possível entender o universo entorno da xícara.

Quando falamos dos requisitos para o peso de ser especial, a análise é feita com base na Metodologia de Avaliação Sensorial definida pela SCA (Specialty Coffee Association). O processo leva em conta fragrância, acidez, doçura, harmonia dos elementos, sabor, corpo, finalização e a uniformidade dos grãos. Para atingir a marca, o café precisa atender a mínimos 80 pontos na escala – que pode chegar a 100.

Como apreciar

Todo esse zelo garante uma experiência fiel a uma tradição centenária da nossa cultura, mas isso se estender até o preparo. Há muitos erros nesse processo, mas fique atento as nossas dicas de ouro!
Cuidado com o ponto dá água. Assim como o café, é centenária a cultura de ferver a água para o preparo, mas esse é um erro que tira a característica da sua bebida. Fazendo no bule, o ponto é quando ela começar a liberar bolhas no fundo.

Você deve lembrar do coador de pano de casa de vó, mas esse tipo de grão exige coador de papel. Uma dica importantíssima para preservar o sabor é antes de passar, lavar o filtro com um pouco de água quente.

A nossa embalagem é pensada para preservar o seu grão. Sim, mesmo depois de aberto o café deve ser mantido nela.

O café forte ou fraco divide opiniões na mesa, mas há uma forma para equilibrar o preparo e garantir a experiência fiel. A conta é de apenas 10% de pó, ou seja, para cada 100 ml de água, apenas 10 gramas de pó vão garantir uma bebida saborosa.

Tente moer na hora. Cafés especiais são mantidos em grãos para preservar suas notas. Se não tiver um moedor em casa, existem estabelecimentos que podem moer na hora para você provar.

Não adoce! Essa é a dica mais ousada, mas isso porque seu paladar pode estar acostumado aos comuns, com grãos muito processados. Confie e dê o primeiro gole sem açúcar. Esse é um caminho sem volta.

Nossos Cafés

No Maximiano, trabalhamos para que você tenha a experiência do café. O nosso café Mundo Novo tem corpo médio, média acidez e notas de chocolate. Ele carrega um sabor doce e marcante.

Ele faz parte de uma das cinco principais variedades de café arábica produzidas no Brasil. O tipo é feito por plantas que garantem cafés mais finos e requintados.

A trajetória do grão na construção da nossa história precisa ser diferenciada para além dos livros. Que tal provar um café hoje?

0